terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Pelo fim das regalias, 84 apartamentos vazios, 4 milhões em auxílio moradia para deputados



Já os apartamentos funcionais da Câmara dos Deputados continuam gerando custos desnecessários. O desgaste dos imóveis exige manutenção e reformas. Há condomínios quase sem moradores que precisam manter a folha de pagamento dos funcionários. Além disso, deputados que esperam por um apartamento recebem o auxílio-moradia. O custo é de milhões de reais. E quem paga essa conta, claro, é o contribuinte.
A Câmara mantém 18 prédios em Brasília para moradia de deputados . Alguns foram totalmente reformados. Ao todo, são 432 apartamentos funcionais. Só com a manutenção, nos últimos quatro anos a Câmara gastou R$ 9,5 milhões.
E ainda tem 84 apartamentos que estão vazios. Vão passar por reforma ou pequenos reparos. Manter esses apartamentos fechados custa caro para a Câmara e para o contribuinte, que é quem, no final, paga a conta.

Destaca-se que o Senador Alvaro Dias recusa-se receber o auxílio moradia e paga o hotel com dinheiro próprio. 

FONTE: SENADOR ALVARO DIAS
Postar um comentário