RUSH

SPIDER 2

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Fundo de R$ 3,6 bi para campanhas deve ser revisto, diz relator

RANIER BRAGON
Resultado de imagem para fundo partidário
Foto: Boca Maldita
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Após reunião com líderes partidários na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o relator da reforma política, deputado Vicente Cândido (PT-SP), afirmou nesta quarta-feira (16) que deve abandonar a ideia de reservar 0,5% das receitas correntes líquidas da União para abastecer o novo fundo público de campanhas.
Pelo seu texto original, isso iria resultar em R$ 3,6 bilhões para os candidatos nas eleições de 2018.
Devido à repercussão negativa da medida, anunciada em meio ao aumento da projeção oficial de rombo nas contas públicas para os próximos anos, avaliou-se não haver ambiente político para essa vinculação.
Com isso, a proposta será delegar ao Congresso a decisão sobre o valor de recursos a ser destinado ao fundo, a cada eleição -o que pode, inclusive, superar os R$ 3,6 bilhões.
"Tudo é possível, mas espero que se aplique o limite do razoável", afirmou Cândido na saída do encontro.
Desde 2015 as doações empresariais aos candidatos estão proibidas, o que resultou no embrião da atual reforma política, que pretende ampliar o financiamento público das campanhas.
A expectativa é que parte do relatório de Cândido -aquele que trata de mudanças na Constituição- vá a voto no plenário da Câmara ainda nesta quarta (16).
O problema, porém, é que não há acordo sobre o novo modelo de eleição para o Legislativo. Parlamentares querem emplacar o chamado "distritão", que despreza grande contingente de votos dos eleitores -aqueles dados aos não eleitos e os direcionado em excesso aos eleitos.
Busca-se acordo para emplacar um novo sistema a partir de 2020 -o distrital misto-, ou a manutenção do atual modelo, o "proporcional", cujas cadeiras são distribuídas com base em um cálculo que leva em conta todos os votos dados em partidos e candidatos, mesmo os não eleitos.
Nesta quarta, Maia deve almoçar com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes, para discutir a reforma.
Fonte: Folha Press/via Yahoo Notícias

Musical “Milton Nascimento – Nada será como antes” faz apresentação gratuita em praça pública de Natal


No próximo dia 26, Natal vai receber na Praça Augusto Severo (Largo do TAM), às 19h, o musical “Milton Nascimento – Nada será como Antes”. Dirigido por Charles Möeller & Claudio Botelho e em nova turnê, desta vez pelo Nordeste, o musical chega a capital potiguar em apresentação gratuita.

Prestigiado por mais de 400 mil pessoas desde a sua estreia em 2012, o musical homenageia os 50 anos de carreira de um dos maiores ícones da música brasileira, Milton NascimentoNo palco, treze artistas, entre atores e músicos, dão voz a temas fundamentais da música do homenageado, como amor, amizade, criação artística, negritude, brasilidade e solidão.

No cenário, assinado por Rogério Falcão, é proposto um retorno a uma tradicional casa mineira e os figurinos, assinados por Charles Möeller, tem um ar de ‘roupa vivida’, como se tivessem saído de um antigo baú. O roteiro do musical se divide em quatro atos correspondentes às estações do ano. Enquanto composições que remetem a um solar imaginário interiorano ('Bola de Meia, Bola de Gude', 'Aqui é o País do Futebol') compõem o Verão, 'A Cigarra', 'Um Girassol da Cor do seu Cabelo' e 'Nuvem Cigana' dão colorido à Primavera. Clássicos que atravessaram gerações ('Cais', 'Caçador de Mim', 'Encontros e Despedidas' e 'Faca Amolada') moldam o Outono e continuam pelo Inverno, com 'Nada Será como Antes' e 'O que foi Feito Devera'.

É um espetáculo para toda a família. Programe-se! A turnê tem o patrocínio da Rede e em Natal a organização fica por conta da M.A.P.A Realizações Culturais.

Serviço
“Milton Nascimento – Nada será como Antes”
Data: 26 de agosto de 2017
Local: Praça Augusto Severo, Ribeira, Natal – RN (Largo do TAM)
Horário: 19h
Entrada gratuita

STF retira de Moro citações de Lula e Mantega em delações da JBS


BRASÍLIA (Reuters) - A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira retirar das mãos do juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, a condução de investigações a partir das delações de executivos da JBS que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, repassando-as para a Justiça Federal em Brasília.
O colegiado atendeu a um pedido dos advogados de defesa dos petistas. Inicialmente, o ministro Edson Fachin, relator da JBS no Supremo, havia remetido as cópias das menções a Lula e Mantega para a Justiça Federal em Brasília e também para o Paraná.
As citações aos dois foram feitas pelo empresário Joesley Batista e pelo ex-diretor do grupo J&F Ricardo Saud, em depoimentos a procuradores no acordo de delação premiada. Joesley havia dito que um saldo de 150 milhões de dólares de contas de propina no exterior destinavam-se a gastos com Lula e com a ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, Mantega operaria essas contas. Todos negam.
Na sessão da Segunda Turma, a maioria entendeu que os depoimentos só devem ser remetidos para a Justiça Federal de Brasília, uma vez que não há razão de enviá-los para Curitiba, porque não há qualquer relação com a operação Lava Jato. Foram favoráveis à mudança Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Fachin, contrário à mudança, foi voto vencido - o ministro Dias Toffoli não participou da reunião.
(Reportagem de Ricardo Brito)/Reuters

terça-feira, 15 de agosto de 2017

A história da casa mal-assombrada em Campo Redondo/RN!

A postagem é exclusividade do blog JS BLOGUEIRO e, de acordo com o que foi apurado a casa está localizada a 10 km da sede de Campo Redondo. De acordo com relatos de populares, os mistérios que rondam a bendita residência está atrelada a Botijas (costume entre os descendentes de Portugueses enterrar suas economias).
Ainda de acordo com o blogueiro, após a botija ter sido arrancada (não se sabe por quem), misteriosamente desapareceram as assombrações! Mas, afinal, o que é uma botija?
Falando em botijas, recomenda à leitura no BLOG TOK DE HISTÓRIA, de Rostand Medeiros, veja parte da matéria:

Resultado de imagem para BOTIJAS


O povo nordestino tem certas peculiaridades que o distinguem dos de outras regiões brasileiras. São tradições e costumes que o pintam de maneira singular.
Quando criança, comecei a ouvir lá no meu interior, histórias de descobridores de botijas, era o tempo das botijas que creio eu ainda não findou-se.
Contavam os mais velhos que nos séculos XVIII, XIX e ainda quase metade do século XX. O povo do interior costumava guardar suas moedas de ouro, prata e cobre escondidos em latas de metal onde podiam ser conservadas ou em baús revestidos de chapa de metal e enterrados. O lugar era marcado por pedras, acidentes geográficos ou embaixo de grandes e velhas árvores.
As latas eram colocadas nas paredes grossas das casas e os baús, longe, como já dito fora delas.

O costume se fazia pela falta de bancos, pelo medo do roubo e por não ter com que gastar o muito lucrado. Sertanejos faziam quase tudo, e se às vezes tinham o que comprar, guardavam uma minguada economia que sobrava sempre e assim se mantinham".
Confira a matéria sobre a casa mal-assombrada, clique AQUI
Sobre BOTIJAS TOK DE HISTÓRIA
Casa mal-assombrada: JS BLOGUEIRO
Imagem: MAIS PATOS

Pastor tenta imitar Jesus andando sobre água e acaba devorado por crocodilos...VEJA!!

Resultado de imagem para pastor é engolido por crocodilos
Um pastor evangélico que tentava imitar Jesus andando sobre a água de um rio no Zimbábue acabou devorado por três crocodilos.
O caso ocorreu no fim de março, de acordo com o site "Zimbabwe Today", mas só agora foi noticiado por sites de vários países. Nas redes sociais da web, muitos duvidam da veracidade da história.
O religioso, identificado como Jonathan Mthethwa, ignorou que o fato de que o Rio Mpumalanga costuma estar infestado de crocodilos. Segundo testemunhas, só restaram as sandálias e pedaços da roupa íntima do pastor.
"Ele prometeu que nos demonstraria a sua fé hoje, mas acabou se afogando e sendo comido por três crocodilos na nossa frente", disse um fiel que participava do culto às margens do rio.
"Ainda não entendemos como isso aconteceu. Ele jejuou e orou toda a semana. Foi liquidado em uns minutos", completou a testemunha, de acordo com a publicação africana.

Presidente do PEN afirma que voto distrital protegerá políticos investigados

O advogado Luiz Gomes, que também preside o diretório estadual do PEN no RN, se reuniu com correligionários essa semana e criticou o avanço da proposta de reforma política com a inclusão do voto distrital sem fortalecimento dos partidos já valendo para o próximo pleito.

De acordo com ele, o chamado "distritão" servirá apenas como uma forma de tentar acabar com os partidos menores e de fortalecer os grandes partidos. "Distritão é a maneira de assegurar a reeleição dos deputados investigados e acabar com partidos menores. Desequilíbrio total na disputa, afronta a democracia e a cidadania", criticou. 

O voto distrital permite que deputados federais, estaduais, distritais e vereadores, antes eleitos de forma proporcional considerando os partidos e coligações, passem a ser escolhidos pelo número absoluto de votos, da mesma forma como são eleitos prefeitos, governadores e o Presidente da República.

Outro ponto criticado pelo jurista foi a proposta de orçamento no valor de R$ 3,6 bilhões para custear as campanhas. Para Luiz, uma inversão de prioridades. "A segurança e a saúde do povo brasileiro e potiguar estão pedindo socorro, enquanto políticos fazem farra com o nosso dinheiro. Da mesma forma como despejaram nosso dinheiro em emendas como contrapartida ao arquivamento da denuncia contra o presidente Michel Temer"

A Comissão Especial da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que trata de mudanças no sistema político-eleitoral, retoma hoje (15) a votação das sugestões de alteração ao texto do substitutivo apresentado pelo relator da reforma política na Câmara, deputado Vicente Cândido (PT-SP).

Natal Hair - Feira Regional de Saúde & Beleza acontece domingo e segunda


15ª Edição reúne profissionais e traz tendências do segmento

Natal recebe um grande evento do setor de beleza do Nordeste, a Natal Hair – Feira Regional de Saúde & Beleza no próximo domingo e segunda-feira (20 e 21 de agosto). Este ano, a 15ª edição acontece no Centro de Convenções. Entre as novidades a ‘Mega Show’, da exclusiva ‘Batalha dos Barbeiros’ brasileiros e do campeonato para mostrar tendências e novidades do mercado. 

O evento, que tem parceria com o Sebrae/RN, movimenta a economia local e atrai pessoas de toda a região do Nordeste, recebe mais de 20 mil visitantes por edição e expande oportunidades na área trazendo, durante os dois dias de feira, marcas nacionais e internacionais de produtos, equipamentos e serviços; promove contato direto entre profissionais, indústrias, fornecedores, distribuidores, salões de beleza e clínicas de estética em 140stands, além de mostrar tendências do segmento.

Workshops e cursos envolvendo técnicas de cabelo e maquiagem, orientações de como se destacar no mercado; eventos paralelos como ‘Jornada de Estética e Cosmetologia’ e o 3º Seminário de Beleza do Sebrae com profissionais de renome compartilhando conhecimento e práticas inéditas estão entre a programação.